Mamoré sofre a segunda derrota no Campeonato Mineiro do Módulo II

A terceira rodada do Módulo II não foi boa para a torcida do Mamoré. Nesta quarta-feira (28), o clube perdeu para o Betinense de virada por 2 a 1 e computou a segunda derrota no Campeonato Mineiro. Faltou intensidade.

A palavra mais pronunciada pelo treinador do Mamoré Wantuil Rodrigues foi mais perceptível, no jogo de hoje, no ritmo imposto pelos atletas do Betinense. Os gols da partida foram marcados no primeiro e segundo tempo, o primeiro foi marcado aos 22 minutos, e o segundo aos 43 minutos. O Mamoré sofreu o segundo gol aos 35 minutos do segundo tempo e não conseguiu virar o jogo.

O jogo começou morno, com os dois times se estudando e tocando a bola pela intermediária do campo da Arena do Calçado. Aos 10 minutos o Sapo teve a primeira oportunidade, Evandro Russo dominou na área e bateu para o gol, a bola foi parar nas mãos do goleiro Glaycon.

André Mococa roubou a bola lançou pro Willian, dominou cortou para o meio e observou o goleiro Glaycon. O meia atacante tentou e  abriu o placar para o Sapo, marcando o primeiro gol do jogo.

Em jogada ensaiada Nailson cruzou a bola para Bruno Henrique na entrada da área, acabou batendo e a bola foi para a rede do goleiro Hugo Mattos. O time esmeraldino voltou mais ligado para o segundo tempo do jogo e começou a imprimir ritmo e velocidade para pressionar a zaga do Betinense. Aos 10 minutos do segundo tempo, Marcos Vinicius quase aumentou o placar para o Sapo.

O meia recebeu a bola livre e chutou forte, a bola bateu na rede e assustou a torcida do adversário. O jogo ainda piorou para o Mamoré, aos 35 minutos o ala Luis apareceu livre na área e bateu de perna direita e marcou o segundo gol do Betinense dando números finais ao jogo.

O treinador do Mamoré, Wantuil Rodrigues, ficou na bronca com a arbitragem, o treinador reclamou que o árbitro Rodrigo Gomes Lúcio não atendia as reclamações dos ses jogadoras. O fato irritou tanto, que ele perdeu a paciência e sendo expulso de campo por reclamação.

- O que aconteceu foi um absurdo. Eu vi o que aconteceu no primeiro tempo e disse aos jogadores que não reclamassem que não adiantava. Mas eu fraquejei, porque ninguém aguenta. Eu quero jogar de igual para igual. Quero que seja 11 contra 11 lá dentro de campo e que ninguém mais influencie no resultado do jogo - afirmou o treinador  indignado.

Os Times: Glaycon; Luis, Breno, Magno (CA) e Dener (Elivelton) (CA); Michel Eloi (CA), Nailson, Caina e Kanú (Pilar); Bruno Mineiro e Hiwry (CA) (Caldeira). Treinador: Marcelo Albino

Mamoré: Hugo Mattos; Felipe Potengi (Rayan) (CA), Marcio Paraíba, Gean e Sucupira; Marcelo Brandão, Pedro (CA) (Isaias), André Mococa, Marcus Vinícius (Luizinho); Evandro Russo e Wlliam. Treinador: Wantuil Rodrigues (CV)

Apitou o jogo: Rodrigo Gomes Lúcio auxiliado por Pablo Almeida Costa e Leandro Salvador da Silva – 4º Árbitro: Francielly Fernanda Lima de Castro

 

Publicado em:28/02/2018
Autor:Wantuir Silva - Foto : ( FMF/Divulgação)

Compartilhe:

     


Comentar: