Empresa especializada realiza recuperação do gramado do “Bernardo Rubinger

A nova diretoria do Mamoré continua seu trabalho de reorganização do clube. Desde a posse de Kelson Clemente e os novos diretores, no dia 17 de julho, várias ações foram realizadas, como a criação do Projeto “Família Esmeraldina”, para dar suporte financeiro para o custeio mensal e investimentos. O Projeto segue com boa adesão por parte de empresários/torcedores.

Outro passo importante foi a elaboração de um Projeto junto ao Ministério do Esporte, para a obtenção de recursos visando à formação de talentos, seguindo exemplo do Araxá Esporte Clube, que já usufrui desse benefício.

O gramado do Estádio “Bernardo Rubinger de Queiroz” é a outra preocupação da direção alviverde, que firmou parceria com a empresa JS Paisagismo e Gramados Esportivos, de Belo-Horizonte, que vem realizando um trabalho completo de recuperação do piso, que se encontrava irregular.

Segundo Joel José de Paula, da empresa JS, “o serviço de corte e nivelamento do gramado terá a duração de aproximadamente 15 dias”. Para Joel, que tem larga experiência no ramo, “dentro de 35 a 40 dias, o gramado já estará em condições de ser utilizado”.

Sobre as causas das ondulações verificadas, Joel de Paula identificou o uso incorreto de máquina. Disse: “O corte tem que ser feito com máquina profissional, sendo importante também a manutenção, para maior durabilidade do gramado”.

Assim, espera-se para final de outubro ou, no mais tardar, início de novembro, o gramado “José Miguel Barbosa” já poderá ser utilizado, para os treinamentos para a próxima temporada, com a participação do Sapo, no Campeonato Mineiro do Módulo II.

Publicado em:30/09/2017
Autor:AGesporte / Fotos: Buiú

Compartilhe:

     


Comentar: