Opinião do Professor Walério Melo

 

Esse parente distante do futebol, que se joga aqui no Brasil é mesmo surpreendente. Um time que foi destruído em um dos piores acidentes da história do esporte, em menos de seis meses se torna líder do campeonato brasileiro. E tem gente que ainda enche a boca para dizer que é o campeonato mais difícil do mundo. Difícil é assistir o mesmo bla, bla, bla daqueles que se acham entendidos em futebol. E aí podemos incluir no mesmo balaio os dirigentes corruptos da CBF e seus capachos das federações, os dirigentes amadores dos mais de seiscentos clubes espalhados pelo território brasileiro, os brigões das torcidas organizadas, os treinadores sem formação que se acham a ultima Coca-cola do deserto e a maioria esmagadora da imprensa que não enxerga um palmo a frente do nariz. E o pior de tudo isso é que: enquanto a "GLORIOSA CHAPECOENSE" permanecer na liderança do campeonato, teremos que nos sujeitar às estapafúrdias explicações de todos esses seguimentos de "asnos" que povoam esse que, como foi dito no inicio, é apenas um "parente distante" do futebol.
Ainda bem que, para os amantes do futebol bem jogado, temos o campeonato da "Orelhuda", também conhecido como Liga dos Campeões.

  

Publicado em:07/06/2017
Autor:Por: Walério Melo

Compartilhe:

     


Comentar: