Internado na Colômbia, jornalista sobrevivente do acidente pede para 'ouvir' familiares

Rafael Henzel é um dos seis sobreviventes do terrível acidente com o avião da Chapecoense, que acabou com a morte de 71 pessoas no início da madrugada da última terça. Henzel foi o único jornalista a se safar. Aos 43 anos, ele partia junto com a delegação do clube de Santa Catarina para cobrir o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, em Medellín, frente ao Atlético Nacional. A reportagem conseguiu falar com Michel Velasques, marido da irmã de Rafael Henzel e responsável por cuidar de toda a família em Chapecó enquanto o jornalista se recupera na Colômbia.

“Está muito complicado. Muito amigo junto”, lamentou Michel, sem esconder a dor pela tragédia apesar da alegria em saber que um familiar conseguiu escapar. “Ele foi transferido ontem à noite (da Clínica San Juan de Dios para o Hospital San Vicente Fundación de Rionegro) e ele está estável ainda. Vai ter que fazer tratamento com antibióticos por causa de uma infecção no pulmão e vai ter de fazer outra cirurgia nas costelas”, revelou o cunhado de Rafael Henzel.

Apesar de ainda estar sob os cuidados da Unidade de Cuidados Intensivos, Rafael tem conseguido se comunicar com sua esposa e com seu primo. Ambos chegaram na quinta à Colômbia. E, mesmo com dificuldade em se expressar devido aos aparelhos médicos que o auxiliam, Rafael fez um pedido especial para sua esposa.

“Eles mandaram a gente gravar áudios para ele. Ele fala, mas quase não dá para entender. Mesmo assim, a esposa dele entendeu o gesto do que ele estava pedindo e nós gravamos, falamos que estamos todos aqui preocupados e rezando por ele”, contou Michel. “Ele se emocionou muito. Nós também aqui”.

Publicado em:02/12/2016
Autor:Gazeta Press

Compartilhe:

     


Comentar: