Mamoré comemora aniversário em grande estílo

O Esporte Clube Mamoré comemorou na manhã desta segunda-feira, 13 de junho, no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz,  o seu 67º aniversário. A história do clube é repleta de lutas e conquistas, desde o futebol amador ao profissional, até as disputas locais ou contra grandes clubes nacionais em jogos do Campeonato Mineiro da 1ª Divisão e na Copa Sul Minas.

De acordo com Talles, houve um culto religioso às 8 horas da manhã, seguido de jogos com as equipes de base do Mamoré. Na sequência, aconteceu um amistoso com a equipe montada para a disputa do campeonato regional da Liga Patense de Desportos. Um bingo e almoço também foramdestaques.

História do clube:

Na década de 40, a rua Cesário Alvim, em Patos de Minas, era apenas um alagado, um local vulgarmente denominado de “brejo”. Era utilizado pelos atiradores do Tiro de Guerra para atividades militares e desportivas.

No entanto, um dos instrutores do Tiro de Guerra, o sargento Marcelino Brandão, enxergou no local mais do que um brejo. E com o apoio do também sargento Andrade, idealizou naquele espaço a criação do Esporte Clube Mamoré.

A fundação se concretizou em 13/06/1949, dia consagrado ao padroeiro da cidade de Patos de Minas, o mártir Santo Antônio. Nascia assim uma paixão, um celeiro de valores e uma referência no esporte para a cidade. O nome é uma referência ao “Rio Mamoré”, um dos afluentes do rio Amazonas.

Muitas foram também as parcerias com a iniciativa privada e com o poder público, com grande impacto social.

Dificuldades 

Grandes nomes e grandes homens fizeram grandes feitos no Mamoré. Mas o clube também guarda na memória derrotas marcantes, situações difíceis e complicadas, principalmente na área financeira. Apesar disso, sempre prevaleceram nos momentos cruciais os valores e princípios éticos cultivados ao longo dos anos. Um desses momentos difíceis ocorreu em 2005, quando o clube passou por uma séria dificuldade financeira.

Numa atitude ousada e corajosa, o Mamoré negociou o seu maior patrimônio, o Estádio Waldomiro Pereira. Isso mudou novamente o rumo da sua história. Porém, a direção dos seus objetivos não foi perdida, principalmente a consolidação de um grande time de futebol.

Para a negociação do estádio, realizou-se uma assembléia geral com o Conselho Deliberativo e torcedores do clube, em conformidade com o estatuto interno e de acordo a legislação vigente. Uma comissão gestora foi criada para garantir a correta aplicação dos recursos. Na negociação com o grupo que comprou o estádio ficaram definidas as seguintes metas: saneamento das dívidas; aquisição de um terreno e a construção de um novo estádio.

O clube acertou todos os seus compromissos e regularizou sua situação junto aos órgãos competentes, o que acabou sacrificando a continuidade do time de futebol em 2007.

Publicado em:15/06/2016
Autor:WESLLEY RAPHAEL

Compartilhe:

     


Comentar: