Contenção de gastos faz Cruzeiro estipular teto salarial de R$ 400 mil para novas contratações

Depois de abrir os cofres para fazer contratações em 2013 e 2014, anos que ficaram marcados pela conquista do bicampeonato Brasileiro de forma consecutiva pelo Cruzeiro, a Raposa vive nova realidade.

Se naqueles anos alguns jogadores, dentre eles o meia Júlio Baptista, chegavam a receber salários (somando bônus e premiações) que ultrapassavam a marca de R$ 1 milhão, hoje o momento é totalmente diferente na Toca II.

Segundo apurou o Hoje em Dia, nenhum atleta contratado sem o auxílio de investidores receberá mais de R$ 400 mil. Por isso, a contratação do atacante Fred - o 20º ex-cruzeirense a acertar com o rival Atlético nos últimos sete anos - teria sido inviabilizada.

Após revelar detalhes das contas para alguns torcedores em reunião realizada nessa quinta-feira (9) e mostrar que o clube opera no vermelho, o presidente Gilvan de Pinho Tavares tenta, à sua maneira, contornar o momento turbulento pelas crises, financeira e política.

Tudo com a intenção de contratar reforços que possam mudar o panorama da equipe, que ocupa uma das vagas na zona de rebaixamento no Brasileirão.

Apesar da vontade de tirar o Cruzeiro do Z-4, a chegada de reforços está comprometida pela falta de parceiros. Nos bastidores já se fala em uma ligação do empresário com o ex-presidente Zezé Perrella, que sonha em voltar à cadeira presidencial estrelada, tendo Pedro como membro de sua chapa.

Sem o dinheiro dos investidores e com o novo teto salarial estabelecido, a chegada de grandes reforços está comprometida. Como a diretoria tem encontrado dificuldades para firmar acordo com investidores, fica difícil garantir que nomes de peso chegarão.

São dois os atletas consagrados que estão na mira cruzeirense: o atacante Rafael Sóbis, com passagens pelo Internacional, Fluminense e, atualmente, no Tigres, do México, e o experiente lateral-esquerdo Maxwell. Esse revelado pelo Cruzeiro, mas com boa vivência fora do Brasil, como no Barcelona, da Espanha, e Paris Saint-Germain, da França.

Outro ex-atleta do Cruzeiro, o lateral-direito Maicon, segundo informações apuradas pela reportagem, se ofereceu para voltar ao clube, pois tem negócios em Belo Horizonte e deseja retornar ao Brasil.

Novo momento

Sondagens feitas a jogadores de nomes não tão conhecidos no mercado brasileiro confirmam a nova realidade cruzeirense. Rafael Martins, atacante que pertence ao Levante, da Espanha, mas que se destacou pelos gols marcados com a camisa do modesto Moreirense, de Portugal, é um dos atletas que foram procurados pelo departamento de futebol celeste nas últimas semanas.

Publicado em:11/06/2016
Autor:Wantuir Silva

Compartilhe:

     


Comentar: