Morre Diego Maradona: o choque e a dor na Argentina

Os últimos anos dele — e em particular os últimos dias — foram atormentados por problemas de saúde. Mesmo assim, a notícia da morte de Diego Armando Maradona, devido a uma insuficiência cardíaca aguda, causou um choque na Argentina.

Esse choque revela o status divino que o astro do futebol tinha em seu país, onde seus torcedores o apelidaram de “D10S” em homenagem ao famoso número em sua camisa e em referência à palavra Deus em espanhol, Dios.

Ficaram para trás as muitas polêmicas que Maradona suscitou ao longo de sua vida, desde sua amizade com líderes questionados como o venezuelano Nicolás Maduro e o cubano Fidel Castro (que coincidentemente morreu no mesmo dia, em 2016), até seus excessos com comida, drogas, álcool e mulheres.

No dia 25, a maioria dos argentinos parece ter apagado, pelo menos momentaneamente, a memória daquele polêmico Maradona dos últimos anos e, em vez disso, o que se vive é uma espécie de catarse nacional em torno da figura do “Dez”. Por: bbc.com

Compatilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *